Comunicação de Abertura de Eleição de CIPA - Edital de Abertura

COMUNICAÇÃO DE ABERTURA DE ELEIÇÃO DE CIPA EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO...

Ação de Vacinação contra Gripe nesta terça-feira

Ação de Vacinação contra Gripe nesta terça-feira

Quem ainda não se vacinou contra gripe ainda tem tempo de se proteger. Além do atendimento...

Comunicado cancelamento Rock na Praça

Comunicado cancelamento Rock na Praça

Em virtude da previsão de mau tempo para esta sexta-feira, a Prefeitura de Alegre, através da...

EDITAL FAFIA Nº 002/2019 - PROCESSO SELETIVO PÚBLICO – AUTARQUIA MUNICIPAL

EDITAL FAFIA Nº 002/2019 - PROCESSO SELETIVO PÚBLICO – AUTARQUIA...

  • Ações nos bairros durante a Semana do MEI em Alegre
  • Ação de Vacinação contra Gripe nesta terça-feira
  • Produção Caseira de Pães e Biscoitos
  • Confira a Programação da Semana do MEI em Alegre
  • Faça Bonito
  • Comunicado cancelamento Rock na Praça

Governo anuncia R$ 200 milhões para construção de creches e ações para fortalecimento da aprendizagem dos estudantes capixabas

Escrito por Comunicação ligado .

Para fortalecer a aprendizagem dos estudantes capixabas, o governador Paulo Hartung sancionou, nesta terça-feira (28), a Lei que institui o Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), durante encontro com 56 prefeitos e seus secretários municipais de Educação, no Palácio Anchieta. Na oportunidade, também foram anunciadas ações para o desenvolvimento do Pacto, como financiamento de R$ 200 milhões, por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para construção de creches em todo o Estado, disponibilizando assim mais vagas aos estudantes capixabas. A secretaria municipal de Educação de Alegre já trabalha para ser contemplada por uma dessas construções.

O governador Paulo Hartung explicou que o Poder Executivo Estadual foi buscar no Ceará um exemplo de aprendizado e qualidade educacional na área púbica. Hartung ressaltou a importância dos avanços nas obras que estão em andamento no Estado para modernização da infraestrutura, mas afirmou que o maior diferencial competitivo é a qualificação da população.  "Fomos buscar essa experiência bem sucedida no Ceará, que demonstrou que com gestão é possível. Infraestrutura é bom, mas infraestrutura econômica é apenas um elemento de competitividade e não é o mais importante. O mais importante é melhorar a qualificação para nossa juventude. Quero propor que a melhoria da educação em terras capixaba seja uma busca permanente com participação de nossos prefeitos, empresários e líderes para podermos escrever outra história da educação pública em nosso país", cravou.

“O nosso Pacto quer tratar a melhoria da aprendizagem dos estudantes desde a creche até o 9º ano do Ensino Fundamental. Essa é uma proposta estruturante para que todos possam colaborar, Estado e municípios. Precisamos reconhecer que avançamos nas duas últimas décadas, mas ainda estamos muito aquém do ideal, e temos que assumir o compromisso de promover as pessoas. A escola precisa ser uma ferramenta de emancipação humana para que o indivíduo possa progredir”, ressaltou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

“O que podemos observar, é que há um desafio, que está associado à expansão da oferta de vagas para crianças de 0 a 03 anos. Há uma necessidade de expansão dos investimentos em infraestrutura, para garantir a ampliação do acesso. O mesmo já não é válido para as demais faixas etárias, que carecem de investimentos de outra natureza, ou seja, na melhoria da qualidade do ensino”, observou o secretário.

Durante o evento, o secretário anunciou que o Governo Estadual está viabilizando o financiamento de R$ 200 milhões, por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para que sejam construídas e equipadas creches em diversos municípios. Um planejamento já está sendo executado, paralelamente ao trabalho de adesão dos municípios ao Pacto, para que possam ser otimizados esses recursos. A previsão é que até o final deste ano sejam direcionados os recursos às cidades.

Também foi anunciado na solenidade que será enviado para a Assembleia Legislativa do Estado um novo projeto de lei que prevê adicionar o desempenho dos municípios na área da educação como um dos elementos do Índice de Participação dos Municípios (IPM) na distribuição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O Governo do Estado divide entre os 78 municípios 25% do ICMS arrecadado.

 

Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo – Paebes 2016

O secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha, apresentou os dados com o desempenho dos estudantes do Ensino Fundamental em 2016, por meio do Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo (Paebes).

Em Língua Portuguesa, a proficiência média dos alunos da 4ª série/5º ano na rede estadual atingiu 214,6 e na municipal foi de 207,6, sendo na escala considerada como proficiente. Já os estudantes da 8ª série/9º ano da rede estadual atingiram a média de 248,7, e os da rede municipal, 248,4, quase atingindo a escala de avançado, que é a partir de 250.

Em Matemática, a proficiência média dos estudantes da 4ª série/5º ano na rede estadual foi de 224,2, e na rede municipal, 218,3, também sendo considerada proficiente. Já os estudantes da 8ª série/9º ano da rede estadual atingiram a média de 253,3, e os da rede municipal, 251,8, alcançando a escala de nível avançado.

“Percebemos que houve um aumento e uma pequena melhora na aprendizagem dos estudantes das redes municipais e estadual. Mas essa melhora ainda está lenta e o Pacto vem para acelerar esse crescimento. O que estamos propondo é simples e objetivo: que, juntos, possamos utilizar os recursos da melhor forma e que o objetivo principal seja a melhoria da aprendizagem dos estudantes. Com a aplicação do Paebes será possível enxergar as redes e direcionar os recursos de acordo com as necessidades de cada escola”, destacou o secretário.

 

Sanção da lei

Com a nova Lei, sancionada pelo governador Paulo Hartung nesta terça-feira (28), para dar maior agilidade e eficiência das atividades desenvolvidas pelo Pacto, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) fica autorizada a firmar acordos de cooperação técnica e financeira com os municípios capixabas, com instituições de ensino superior públicas, privadas e fundacionais, organizações da sociedade civil e outros entes federativos.

Além disso, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) fica autorizada a conceder bolsa de pesquisa e de extensão tecnológica a servidores públicos, ou não, com o objetivo de realizar pesquisas e ministrar treinamentos e capacitações das equipes da Secretaria de Estado da Educação e dos técnicos e professores da rede municipal de ensino, para os fins da execução das ações de cooperação técnica no Pacto.

Também será criada uma estrutura organizacional básica da Sedu, a Unidade de Fomento à Colaboração para Aprendizagem no Espírito Santo, para coordenar em nível estadual as ações do Pacto.

 

Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo – Paes

A melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes da educação básica no Espírito Santo, envolvendo domínio de competências como leitura, escrita e cálculo adequado à idade e ao nível de escolarização, é o principal objetivo do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes).

A proposta do Paes é implantar ações envolvendo a união de esforços entre o Governo do Estado, as prefeituras, a sociedade civil e a iniciativa privada, com ações focadas nas salas de aula, que resultem em avanços significativos de aprendizagem dos estudantes do ensino fundamental.

As principais metas do Pacto são que 100% dos municípios façam a adesão até o final de 2018 e que as metas do Plano Estadual de Educação também sejam alcançadas.

O Pacto está estruturado em três áreas de atuação: Apoio à Gestão – que envolve a instituição formal do Pacto e a estrutura necessária para o seu funcionamento; o Fortalecimento da Aprendizagem – que se relaciona à padronização de currículo e material didático no ensino fundamental, formação de professores e gestores escolares, monitoramento/avaliação da aprendizagem, estímulo e valorização da produção literária local e leitura dos estudantes e incentivos à melhoria de resultados nas redes de ensino; e também a Infraestrutura e Suporte – que propõe estratégias para suprir demanda por educação infantil e organização das redes visando à otimização de recursos e potencialização de resultados.

 

O evento

Estiveram presentes no evento, na manhã desta terça (28), além de 56 prefeitos de diversos municípios capixabas e secretários municipais de Educação, o presidente da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes), Dalton Perim, a presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-ES), Adenilde Stein Silva, o deputado e presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, Rodrigo Coelho, dentre outras autoridades.

Abrilhantando a solenidade, as estudantes da Escola Viva Joaquim Beato, na Serra, Emily Macedo da Silva, Fernanda Rodrigues e Fernanda Almeida Ramos falaram sobre a experiência de estudar em tempo integral. Além disso, o coral “Cantando e Aprendendo”, da Escola Estadual Boa Vista, de Cariacica, deu um show encantando os que estavam prestigiando o evento.

 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação / SEDU

Vivian Camargo / Flávia Zambrone

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Tel.: (27) 3636-7705/ 3636-7706/ 99703-7815

IPTU 2017

Escrito por Comunicação ligado .

Ações nos bairros durante a ...

Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Ação de Vacinação contra ...

Saúde e Saneamento

Produção Caseira de Pães e ...

Desenvolvimento Rural

Confira a Programação da ...

Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Faça Bonito

Secretaria de Assistência Social

Comunicado cancelamento Rock ...

Turismo, Cultura e Esporte