Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável

RODRIGO VARGAS RIBEIRO - Secretário Municipal

Contato: (28) 3552-4297 - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

+ Informações

Criada pelo Projeto de Lei Nº 15/2005, de 17 de maio de 2005. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável - SEMDES tem o objetivo de promover a execução das políticas da Administração Municipal na área de desenvolvimento econômico, bem como as atividades ligadas ao desenvolvimento urbano, à ciência e tecnologia, à organização social e à geração de emprego e renda no Município. 
 
Também compete à SEMDES: contribuir e coordenar a formulação do Plano de Ação do Governo Municipal e de programas gerais e setoriais inerentes à Secretaria; garantir a prestação de serviços municipais de acordo com as diretrizes de governo; elaborar plano de desenvolvimento sustentável para o Município, atualizando-o permanentemente.
 
Endereço:
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE 
SEMDES - Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável 
Av. Dr. Olívio Correa Pedrosa, 518
Alegre - Espírito Santo - CEP 29500-000

Telefone de contato:
(28) 3552-4297 / 1857

Imprimir

Bandes busca parcerias com prefeituras para ampliar acesso ao crédito no interior do Estado

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Ampliar e fomentar a cultura do crédito nos municípios capixabas é uma das ações que o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) vem promovendo para movimentar a economia do interior do estado. Para isso, representantes da instituição têm feito reuniões com prefeitos e secretários. A ideia é apresentar soluções de desenvolvimento que funcionem em parceria com a gestão pública municipal. Alegre, já firmou parceria e busca estratégias qualificadas para promover o desenvolvimento da economia municipal. 

De acordo com o diretor de Crédito e Fomento do banco capixaba, Everaldo Colodetti, as reuniões aproximam o banco dos agentes de desenvolvimento municipal, fortalecendo parcerias e encontrando novas soluções para as necessidades locais.  “Queremos divulgar as ferramentas que temos para o desenvolvimento municipal”, destaca. 

Atualmente, quase 95% da clientela do Bandes está no interior do Estado, fora da Grande Vitória, e mais de 80% dos clientes têm financiamento abaixo R$ 50 mil. “O Bandes é um agente de desenvolvimento que busca parcerias. Nossa intenção é trabalharmos junto com as prefeituras para criarmos ambientes em que o crédito possa ser uma solução para os empreendimentos locais, a exemplo do que já fazemos com o Programa Nossocrédito”, explica Colodetti. 

O diretor de Crédito e Fomento do Bandes acrescenta que grande parte dos recursos investidos nos negócios fica na economia do próprio município. “Os números do Nossocrédito já nos mostraram que, quando há investimento nas empresas locais, os recursos passam a circular no comércio e nos serviços da economia da região, e estamos buscando formas de ampliar esse movimento”. 

As reuniões já ocorreram em nove municípios: Alfredo Chaves, Alegre, Aracruz, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Jaguaré, Presidente Kennedy, Venda Nova do Imigrante e Vargem Alta. Entre as soluções ofertadas pelo banco capixaba estão oportunidades de microcrédito para micro e pequenas empresas e crédito rural, por meio do atendimento via consultores do Bandes, que são profissionais capacitados a orientar interessados e a elaborar projetos de investimentos. 

 

Informações sobre linhas de financiamento:

Bandes Atende: 0800 283 4202 ou www.bandes.com.br

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação Social do Bandes

Cleomar Ferreira

Tel.: (27) 3331-4360/ (27) 99815-9237

Bárbara Deps Bonato

Tel.: (27) 3331-4352

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
www.facebook.com/bandesonline

 
Imprimir

Alegre busca parcerias com Governo Estadual para alavancar desenvolvimento

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Na última semana, a secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável cumpriu uma extensa agenda na capital, Vitória, para buscar parcerias com o Governo do Estado. O secretário municipal, Rodrigo Vargas, juntamente com representantes da pasta, discutiram assuntos pertinentes ao desenvolvimento de Alegre.

Desde fevereiro ações voltadas para desenvolver o empreendedorismo da cidade estão sendo realizadas. A formação e restruturação da Sala do Empreendedor e do Programa NOSSOCRÉDITO já são uma realidade e atuam para deslanchar a economia municipal. Na última sexta-feira (31), o secretário municipal, Rodrigo Vargas, esteve com o subsecretário estadual de Desenvolvimento para construir uma agenda que trate da implantação de projetos que contribuirão para alavancar ainda mais o empreendedorismo em Alegre e também atrair novos investimentos para a cidade.

Na Secretaria Estadual de Habitação, Saneamento e Desenvolvimento Urbano, a reunião tratou de discutir diversos pontos para a sequência do Programa Municipal de Regularização Fundiária, com o objetivo principal de resolver os problemas dos loteamentos irregulares existentes no município. Na ocasião, a equipe da SEMMADES, juntamente com o secretário municipal, recebeu informações para ampliação do Programa Minha Casa Minha Vida, que é um dos focos de atuação da atual gestão.

Vargas também discutiu a implementação de projetos científicos e tecnológicos para Alegre. Junto com a subsecretária estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Camila Dalla, foram tratados assuntos como, a Semana de Ciência e Tecnologia de Alegre e o planejamento de implantar na cidade uma incubadora de empresas que irá apoiar as primeiras etapas do desenvolvimento das pequenas empresas.

“Todas essas ações e reuniões vão contribuir para fortificar o desenvolvimento da nossa cidade. Alegre viveu um tempo de total estagnação e precisamos alavancar o desenvolvimento em todos os setores. Nos próximos meses, nossa meta é implementar esses projetos que são de suma importância para cidade”, conclui o secretário municipal Rodrigo Vargas.

 
Imprimir

A.R.I.E. “Laerth Paiva Gama” reabre visitas para o dia mundial da água

Escrito por Comunicação ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

 

Para comemorar o dia mundial da água, uma ação entre as secretarias municipais de Educação e Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, reabriu as visitas de estudantes da rede municipal de ensino na Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) “Laerth Paiva Gama”.

Nessa terça-feira, 21, a turma do 4º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental em Tempo Integral (EMEFTI) “Luciano Alves Duarte” esteve no antigo horto florestal aonde foi recebida por uma equipe das duas secretarias. Palestra sobre educação ambiental, passeio pela A.R.I.E., atividade artística sobre o tema foram abordados e trabalhados com os alunos. Para a Profª Edna Menezes Capucho, “ter esse espaço da A.R.I.E. para trabalhar a parte ambiental com as crianças é excelente!”.

Conforme o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Vargas, essas ações são apenas o início do trabalho que irá ser desenvolvido na A.R.I.E.. “É uma enorme alegria reabrir a A.R.I.E. para visitas. Por enquanto estamos apenas recebendo estudantes, mas no próximo mês vamos iniciar as visitas para a população em geral” informou o secretário.   

História do Dia Mundial da Água

O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado à discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural. Também no dia 22 de março do mesmo ano, a ONU divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água” (leia abaixo). Este texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.

 

Declaração Universal dos Direitos da Água

 

Art. 1º - A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos. 

Art. 2º - A água é a seiva do nosso planeta. Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem. 

Art. 3º - Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia. 

Art. 4º - O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam. 

Art. 5º - A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras. 

Art. 6º - A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo. 

Art. 7º - A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis. 

Art. 8º - A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado. 

Art. 9º - A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social. 

Art. 10º - O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra. 

 
Imprimir

Alegre tem expectativa de gerar R$ 3 milhões com a retomada do programa NOSSOCRÉDITO

Escrito por Comunicação ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Em meio à crise que assola nosso país, é necessário pensar e criar iniciativas que possibilitem o crescimento dos municípios. Como forma de incentivar e apoiar o microempreendedor individual, a Prefeitura Municipal de Alegre, por intermédio da secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, inaugurou na tarde da última quinta-feira (9) a nova sede da Agência Municipal de Microcrédito, que faz parte do programa NOSSOCRÉDITO.

Participaram da cerimônia o prefeito municipal, Zé Guilherme; o vice-prefeito, Marinho; o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Vargas; o deputado estadual, Rodrigo Coelho; o diretor de crédito e fomento do Bandes, Everaldo Colodeti; o gerente do Banestes, Nilo Antero Teixeira de Oliveira; representando os vereadores do município, o vereador Théo Alves da Rocha; representando o comércio local, o Sr. Ary Fiorezi de Oliveira; o presidente da Acisa, Kleber Ferreira Garcia; o diretor presidente do Grupo Imperial, Vinicius Gomes Pereira e representando o Sebrae, Renato José Lopes Machado.

Alegre, que já foi a segunda maior economia do Espírito Santo, hoje sofre com a escassez de recursos e a falta de oportunidades para o pequeno empresário que representa uma parcela significativa na economia local. “Nós precisamos articular e buscar cada vez mais parceiros, convidar a sociedade para construir uma política de retomada de crescimento do nosso município. Hoje nós estamos dando um passo, nós já traçamos algumas ações que seriam necessárias para que o NOSSOCRÉDITO voltasse a atuar em Alegre e estamos tornando isto possível”, destacou o secretário municipal, Rodrigo Vargas.

O NOSSOCRÉDITO em Alegre, já foi no passado, uma das Agências de maior produtividade do Sul do Estado chegando a movimentar mais de R$ 6 milhões na cidade e R$ 900 mil em um ano. Esquecido nos últimos anos, o programa é uma prioridade na atual gestão, já que o principal objetivo é fazer com que o microempreendedor tenha a oportunidade de deslanchar seus negócios através de iniciativas de financiamento e capacitação qualificada. “A oportunidade em momentos de crise é incentivar os pequenos negócios, é ali que está a criação maior de emprego, é ali que tem a oportunidade de gerar renda, de capacitar e colocar estas pessoas como empreendedoras. Com a atuação do NOSSOCRÉDITO em Alegre nós temos a expectativa de gerar quase R$ 3 milhões para circular no município”, afirmou, Everaldo Colodeti.

“Este é um dinheiro que fica no município e é um dinheiro que gira mais rápido, e os débitos da cidade vão sendo quitados com a multiplicação desses negócios e dessas rendas. Os efeitos sociais de um grande negócio nem sempre são tão benéficos quando os efeitos gerados pelo microcrédito e as oportunidades do NOSSOCRÉDITO. Não é nenhum favor o que estamos fazendo aqui hoje. Esta é uma estratégia de negócios para alavancar a economia capixaba e alegrense”. Estas foram as palavras do deputado estadual, Rodrigo Coelho, ao ressaltar a importância de enxergar nos pequenos negócios a chance de qualidade de vida para a sociedade.

O prefeito municipal, mais uma vez, afirmou publicamente sobre a parceria necessária entre Administração pública e comunidade. “Não há como gerir um município sem esta parceria. Este foi um compromisso firmado entre mim e o Marinho desde o dia da nossa posse. Nós estamos abrindo as portas para o desenvolvimento. Nós vamos abrir em Alegre a Sala do Empreendedor para facilitar a informações e humanizar o atendimento para estas pessoas. Hoje, pode parecer simples esta reunião, mas este é o grande passo para colocar Alegre de volta nos trilhos”.

 

Imprimir

Prefeitura estabelece parceria com Acisa – Associação Comercial de Alegre

Escrito por Comunicação ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

 
A Prefeitura Municipal de Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMMADES, vem estabelecendo parcerias com a Associação Comercial Industrial e de Serviços de Alegre – ACISA. O objetivo da parceria é implantar e potencializar um projeto de fortalecimento para o comércio da cidade e desenvolver o empreendedorismo local.
 
O projeto está em construção e conta com a participação do SEBRAE, BANDES, FINDES e outros parceiros que, no decorrer do trabalho, estão surgindo para contribuírem com o projeto. A primeira ação trata-se da instalação de uma nova Agência Nosso Credito, totalmente reformulada, que voltará a funcionar no prédio da Associação Comercial, reeditando uma parceira que produziu bons frutos no passado.
 
“Nosso objetivo é construir um projeto que tenha capacidade de valorizar e aquecer o comércio de Alegre, como ferramenta para geração de emprego e renda em nossa cidade, assim como, oportunizar aos empreendedores locais o apoio necessário para o crescimento e fortalecimento dos seus negócios. Vamos em breve, promover também uma reestruturação na Sala do Empreendedor, facilitando o acesso e melhorando o atendimento. A Prefeitura será parceira próxima e continua dos empreendedores do município. No Próximo dia 09/03, às 15h, na Associação Comercial, será realizada a inauguração da nova Agencia Nosso Crédito e convidamos a todos os empreendedores e a toda a sociedade alegrense que venham participar conosco desta parceria que se consolidará cada dia mais.” Destaca Rodrigo Vargas, Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados