Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável

RODRIGO VARGAS RIBEIRO - Secretário Municipal

Contato: (28) 3552-4297 - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

+ Informações

Criada pelo Projeto de Lei Nº 15/2005, de 17 de maio de 2005. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável - SEMDES tem o objetivo de promover a execução das políticas da Administração Municipal na área de desenvolvimento econômico, bem como as atividades ligadas ao desenvolvimento urbano, à ciência e tecnologia, à organização social e à geração de emprego e renda no Município. 
 
Também compete à SEMDES: contribuir e coordenar a formulação do Plano de Ação do Governo Municipal e de programas gerais e setoriais inerentes à Secretaria; garantir a prestação de serviços municipais de acordo com as diretrizes de governo; elaborar plano de desenvolvimento sustentável para o Município, atualizando-o permanentemente.
 
Endereço:
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE 
SEMDES - Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável 
Av. Dr. Olívio Correa Pedrosa, 518
Alegre - Espírito Santo - CEP 29500-000

Telefone de contato:
(28) 3552-4297 / 1857

Imprimir

Fiocruz visita Alegre e a Região do Caparaó

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

A Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ), do Rio de Janeiro, ofereceu esse ano um curso de extensão para discutir a crise hídrica mundial como um somatório de crises hídricas locais e criar espaços para discussão que envolvem o tema água.

Denominado ‘O Nexo da Água’ o curso buscou apresentar aos alunos as possíveis relações de sinergia positiva/negativa e de trade-off (opção de escolhas excludentes) entre os principais setores demandantes de água – Produção de Alimentos, Energia e Abastecimento e, a partir desse diagnóstico, identificar soluções técnicas e de governança para a problemática.

Nesse sentido, a Associação de Plantadores de Água (PLANT’ÀGUA) foi convidada pelo coordenador do curso, professor Tatsuo Shubo para apresentar no mês de setembro, na sede da Fiocruz-RJ, o desenvolvimento e os resultados do Projeto Plantadores de Água (PPA) realizado em Alegre nos anos de 2013 a 2015 e também as atividades que vem sendo realizadas pela PLANT’ÀGUA junto com agricultores familiares da região. Coube ao educador socioambiental Geraldo Dutra fazer a apresentação.

Acompanhados pelo professor Tatsuo, os cursistas estiveram entre os dias 9 e 11 de novembro na Região do Caparaó para conhecer in loco os resultados do PPA e os trabalhos desenvolvidos pela PLANT’ÀGUA. O grupo visitou o Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF), Pedra Roxa (Ibitirama), Patrimônio da Penha (Divino de São Lourenço), a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) “Água do Caparaó” (Dores do Rio Preto) e o Sítio Jaqueira Agroecologia (Alegre) para conhecer o “Plantio de Água” realizado há mais de 30 anos pelo permacultor Newton Campos.

Para o professor Tatsuo “olhar de perto a ‘semente’ do Projeto Plantadores de Água que se tornou a PLANT’ÁGUA foi como mergulhar num mar de conhecimentos, cujas bases foram construídas em sala de aula. A partir da apresentação do Geraldo os estudantes se identificaram com a proposta agroecológica e pediram que o curso tivesse um momento de campo. Menos de dois meses depois estávamos no Caparaó, ‘bebendo na fonte’, ouvindo Nilton e Ana (Sítio Jaqueira/PLANT’ÀGUA), Dalva (Águas do Caparaó), Anderson (PECF), Sinval, Luiz e Celi (proprietários de restaurantes e pousadas), e ‘Seu’ Adão e D. Inês, que nos serviram um delicioso almoço a base de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC). Já estamos com saudades e nos programando para voltar ao Caparaó em 2019”, finalizou Tatsuo.

Texto: Geraldo Dutra
Fotos: Tatsuo Shubo e Geraldo Dutra / PLANT’ÁGUA

 
Imprimir

Quarenta e duas famílias receberão os títulos de Regularização Fundiária em Alegre

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Os moradores do bairro São Manoel, na Vila do Sul, em Alegre, serão beneficiados com a entrega dos títulos de Regularização Fundiária através do Programa “Alegre Legal”, da Prefeitura de Alegre, através da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMMADES). A solenidade acontecerá na próxima quarta-feira (5), às 19h, no Centro Recreativo Terreirão.

Serão entregues 42 títulos nesta etapa inicial do Programa, que prevê a regularização de outros bairros para 2019. “Este é um momento histórico para Alegre. Durante todo o ano de 2017 e 2018, os servidores da SEMMADES e demais equipes da Prefeitura, se dedicaram para que este momento acontecesse. Os benefícios deste ato vão além da documentação em si, estamos entregando dignidade e a garantia de que elas são as donas de suas casas”, afirma Rodrigo Vargas, secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a frente do Programa de Regularização Fundiária em Alegre.

“É a primeira vez que realizamos esta entrega em Alegre. A maioria dos nossos bairros foram fundados de forma ilegal, ou sem a devida regularização. Nós temos o dever de dar condições para que as pessoas tenham acesso aos serviços da Prefeitura. Os bairros que não são regularizados ficam impedidos de receber melhorias e investimentos. Este não é um processo simples, mas esperamos que até 2020, mais famílias recebam suas escrituras e sejam de fato, donas de suas próprias casas”, explica José Guilherme, prefeito do município.

Serviço
Data: 05/12/2018
Horário: 19h
Local: Centro Recreativo Terreirão – Vila do Sul

Imprimir

Seminário em Alegre conclui atividades de educação ambiental em 2018

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Durante todo o ano de 2018 a Prefeitura de Alegre, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, trabalhou com professores e alunos, da rede pública e privada, em parceria com a Secretaria de Educação, ações e projetos do Programa de Capacitação de Professores em Educação Ambienta (PROCAPE).

Hoje (27), acontece o Seminário do PROCAPE onde os professores que participaram das atividades realizadas durante o ano, apresentarão seus projetos que serão desempenhados por cada escola. Com a temática, (RE)Conhecer para transformar, o seminário explicitará os resultados obtidos pelas ações desenvolvidas.

“Os projetos que serão apresentados durante o seminário trabalham diversas vertentes como a preservação da água, alimentação saudável, reciclagem, entre outros. Os projetos levantam discussões importantes em sala de aula, e fazem com que os alunos reflitam sobre a sua responsabilidade social e ambiental na comunidade em que vivem. Estamos plantando uma semente para colhermos no futuro, onde nossas crianças terão um papel primordial no cuidado com o meio ambiente”, ressalta a professora Adriana de Souza Mello Barbosa, coordenadora do PROCAPE em Alegre.

“Eu não acredito em nenhum projeto de mudança e transformação que não se inicie pela Educação. A educação é a base de transformação da sociedade, principalmente quando falamos em Gestão Ambiental. O papel do professor neste processo que foi iniciado, é fundamental, pois é através dele que virá a formação da consciência do amanhã”, afirma o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Vargas, ao comentar sobre a participação e atuação dos professores dentro do PROCAPE.

Os resultados dos projetos trabalhados pela Rede de Ensino de Alegre serão apresentados nesta terça-feira, às 18h30, no auditório da Associação Comercial de Alegre, localizado na Rua Dr. Chacon, 212 – Centro.

 
Imprimir

Empreendedores de distrito de Alegre se preparam para sua primeira Feira

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

O município de Alegre tem investido significativamente nas políticas de incentivo aos micro e pequenos empreendedores da cidade. Uma dessas políticas, é a realização das Feiras dos Empreendedores. No próximo sábado, o distrito de Café, se prepara para receber sua primeira feira dedicada aos empreendedores, a Feira na Vila, que começa a partir das 18h, no centro do distrito.

Seguindo o modelo da já consolidada Feira de Empreendedores na Praça de Rive, a Prefeitura de Alegre, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, trabalha no projeto de implementação de feiras nos demais distritos. A primeira Feira do distrito do Café é um pedido dos próprios moradores que enxergaram no projeto novas oportunidades de negócios.

“É uma felicidade sem tamanho podermos chegar ao fim do segundo ano de mandato com projetos sólidos, que fomentam a economia, promovendo renda e emprego. A realização da Feira no Café só reforça todo o trabalho realizado em Rive e em Alegre. A equipe que acompanha os empreendedores tem feito um trabalho muito importante para nossa cidade e estão todos de parabéns”, destaca o prefeito municipal, José Guilherme Gonçalves Aguilar.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Vargas, a Feira do Café já é um sucesso apenas por “reafirmar e consolidar o trabalho realizado pela Sala do Empreendedor. Alegre já é uma das principais cidades empreendedoras do Estado, e nós estamos muito felizes. Esperamos que os microempreendedores tenham sucesso de vendas neste sábado”.

Este ano, mais de quatro mil atendimentos foram realizados pela Sala do Empreendedor, contra 62 realizados em 2016. “Temos trabalhado muito para mudar a realidade da economia alegrense. E os empreendedores estão respondendo ao nosso trabalho com muita determinação. Eles têm comparecido as oficinas de capacitação, tem buscado novos caminhos para alavancar e atingir seus resultados. A atuação do Sebrae em Alegre também tem mostrado para eles que só depende deles mesmos para dar certo. Nossos resultados foram além das expectativas”, avalia Vargas.

Quem visitar os expositores no centro do distrito do Café, vai encontrar barracas destinadas ao artesanato e a culinária local. “Serão 10 barracas que trabalharão o artesanato local, artigos de bijouterias, vestuário, perfumaria entre outras. Além da praça de alimentação com barracas de biscoitos caseiros, tortas doces e salgadas, embutidos, chocolates artesanais, caldos, pães, bolos e um espaço para cafés gourmets”, finaliza a agente de desenvolvimento do município, Debora Vaz.

Além do empreendedorismo, as Feiras do município têm fomentado o cenário cultural da cidade. Em parceria com a Secretaria Municipal de Turismo Cultura e Esporte, as programações são montadas para que um artista local se apresente durante a realização da Feira. “É uma forma de valorizarmos e mostrar o legado cultural dos alegrenses”, explica o secretário da pasta, Danyel Sueth.

Serviço

Feira na Vila do Café

Data: 24/11
Horário: de 18h às 23h
Local: Rua Principal, centro – Café
Atração cultural: Leonnes voz e violão