Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento

ADALBERTO LOUZADA ROCHA - Secretário Municipal

Contato: (28) 3552-2563 / 3552-4504 - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

+ Informações

Endereço:
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE
Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento
Praça Seis de Janeiro, s/n
Prédio Verde
Alegre - Espírito Santo - CEP 29500-000
 
Telefones de Contato:
  • Gabinete da Secretaria: (28) 3552-4234 / 3552-4504
  • Setor de Pessoal e Assistência Pessoal: (28) 3552-4205
  • Setor Hiperdia/Sisvam: (28) 3552-2286
  • Contabilidade: (28) 3552-1848
  • Almoxarifado: (28) 3552-3006
  • Faturamento: (28) 3552-4498
  • Farmácia Básica: (28) 3552-0809
  • Centro de Atendimento Psicossocial / CAPS (Saúde Mental): (28) 3552-1403
  • Setor de Fichário: (28) 3552-2571
  • Casa Rosa (Saúde da Mulher): (28) 3552-3665
  • AMA (Assistência Médica de Agendamento): (28) 3552-1781
  • Coordenadoria Estratégia Familiar: (28) 3552-1814
  • Farmácia Popular: (28) 3552-3455 / 3552-0517
  • Pronto Socorro Municipal: (28) 3552-2153
  • Coordenação do Pronto Socorro: (28) 3552-4496
  • Conselho Municipal de Saúde: (28) 3552-2695
  • Unidade de Saúde da Família - Modulo I - Guararema: (28) 3552-2088
  • Unidade de Saúde da Família - Modulo II - Vila do Sul: (28) 3552-1086
  • Unidade de Saúde da Família - Modulo III - Rua 13 de Maio: (28) 3552-1099
  • Unidade de Saúde da Família - Modulo IV - Vila Alta: (28) 3552-1874
  • Unidade de Saúde da Família - Modulo V - Rive: (28) 3552-8521
  • Unidade de Saúde da Família - Modulo VII - Misael Barcelos/Vila do Sul: (28) 3552-2563
  • Unidade de Saúde da Família - Modulo X - Pedro Martins: (28) 3552-2916
  • Unidade de Saúde da Família - Módulo XI - Celina: (28) 3552-6246
  • Unidade de Saúde da Família - Módulo XII - Café: (28) 3552-9055 (Telefone Público)
  • Unidade de Saúde da Família - Módulo XIII - Anutiba: (28) 3552-7140 (Telefone Público)
  • Vigilancia Ambiental: (28) 3552-4495
  • Vigilancia Sanitária: (28) 3552-4405
  • Vigilancia Epidemiologica: (28) 3552-1486

Imprimir

Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento convida para a Audiência Pública

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Saúde e Saneamento

A Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento (SEMSSA) convida toda população para a realização da Audiênica Pública da SEMSSA referente ao 1º quadrimestre de 2017, no dia 31 de maio às 14 horas na Câmara Municipal de Vereadores de Alegre/ES (em cima do Banco do Brasil).
Contamos com sua presença para que possamos avançar nas políticas de saúde no município de Alegre/ES. 

 

Imprimir

Prazo para vacinação contra gripe termina na sexta (26)

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Saúde e Saneamento

Faltando uma semana para o encerramento da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, 582.912 pessoas do Espírito Santo procuraram os postos de vacinação, até a manhã desta sexta-feira (19), e foram imunizadas.  O número representa 60,18% do público-alvo, que é de 968.615 pessoas.

A meta, neste ano, é vacinar 90% desse público até a próxima sexta-feira, dia 26 de maio, quando termina a campanha.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a adesão do público-alvo está em 47,06% entre as crianças; 50,46% trabalhadores de saúde; 46,76% gestantes; 62,97% puérperas; 62,16% indígenas; 71,46% idosos; e 52,80% entre os professores.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, destacou que a procura ainda está baixa, e considera de fundamental importância que as pessoas se vacinem neste momento para estarem protegidas no inverno, quando o vírus da Influenza começa a circular com maior intensidade. A vacina demora cerca de 15 dias para fazer efeito após aplicada.

“Já estamos praticamente no final de maio e é a partir de agora percebemos uma maior circulação do vírus e aumento de casos da doença. É importante que as pessoas sejam vacinadas para não ficarem doentes e terem o risco de complicações. Vale lembrar que a vacina também ajuda na prevenção da pneumonia, que é uma complicação da doença. Estamos considerando a procura pequena, principalmente entre o público infantil, que é muito vulnerável. As crianças têm grandes chances de complicação de um quadro de gripe, podendo ser internada e vir a óbito. Faço um apelo aos pais que procurem as unidades de saúde e vacinem seus filhos”, disse.

Em relação às gestantes, Danielle também considerou a procura pequena, e ressaltou que a mulher grávida pode ser vacinada em qualquer período gestacional.

A vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação desde o dia 17 de abril para crianças de seis meses a menores de 5 anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Dados

- Até às 10 horas desta sexta-feira (19), 582.912 haviam sido vacinadas no Espírito Santo.

- O número representa 60,18% do público-alvo, que é de 968.615 pessoas.

- A adesão do público-alvo está em 47,06% entre as crianças; 50,46% trabalhadores de saúde; 46,76% gestantes; 62,97% puérperas; 62,16% indígenas; 71,46% idosos; e 52,80% entre os professores.

- O Estado já recebeu do Ministério da Saúde 100% do quantitativo total de vacinas contra a gripe previstos, um total de 1.065.500 doses.

Público-alvo

- Neste ano, as populações alvo são crianças de 06 meses até menores 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores de saúde; pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipos I e II em uso de medicamento e hipertensão sistêmica com presença de outras doenças; indígenas; pessoas com 60 anos de idade ou mais; professores; população privada de liberdade; adolescentes e jovens sob medida socioeducativa; funcionários do sistema prisional; gestantes; e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto).

- Os professores passaram a integrar o grupo prioritário de vacinação contra influenza este ano. Estão sendo vacinados aqueles que atuam em sala de aula nas escolas públicas e particulares dos ensinos infantil (incluindo os berçaristas), fundamental, médio e superior. Não estão incluídos no grupo os aposentados ou licenciados, nem outros profissionais da comunidade escolar.

Foto: Divulgação/Internet

 
Imprimir

“Dia D” de vacinação contra a gripe neste sábado

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Saúde e Saneamento

Os postos de saúde de todo o Estado estarão abertos neste sábado (13) para o "Dia D” de vacinação contra a gripe. A campanha nacional começou no dia 17 de abril e a expectativa da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é que a imunização atinja, até sábado, 80% do público-alvo (968.615 pessoas) no Espírito Santo.

Pela manhã, às 8h30, o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, vai participar da abertura do “Dia D” na Unidade de Saúde (US) de Vila Nova, em Vila Velha. A unidade fica na rua A, s/n, em frente à praça do bairro.

A meta da Sesa é vacinar, pelo menos, 90% do público-alvo no período da campanha, que termina no dia 26 de maio. Até as 15 horas desta terça-feira (09), 314.004 pessoas haviam sido vacinadas contra a gripe no Espírito Santo.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, destacou que a vacina não pode ser vista como uma medida curativa, mas sim preventiva, que visa evitar a forma mais grave da gripe e também complicações que podem surgir por causa da doença. Ela ressaltou, no entanto, que o número de pessoas vacinadas no Estado até o momento ainda é baixo, visto que o período da campanha já passou da metade.

“O objetivo do “Dia D” é dar oportunidade para as pessoas que não conseguem se deslocar até uma unidade de saúde durante a semana. É importante que as pessoas se vacinem entre abril e maio para quando chegar o inverno, que é a época com mais casos da doença, elas já estejam protegidas. É importante destacar que a gripe pode ter complicações e levar a óbito, e a vacina é um meio de prevenção e não de cura. Nossa preocupação é que já estamos para mais da metade da campanha e pouco mais de 50% do público-alvo já deveria ter sido vacinado”, disse.

A vacina previne contra a Influenza H1N1, a Influenza H3N2, e a Influenza B. Qualquer pessoa que faz parte do grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde pode ser vacinada, exceto aquelas que têm alguma alergia grave a ovo ou a algum componente da vacina.

Apesar de muitas pessoas temerem tomar a vacina dizendo que logo após a imunização ficam gripadas, a coordenadora destacou que não há relação, pois a vacina passa a fazer efeito após 15 dias da aplicação.

“Dizer que a pessoa tomou a vacina e ficou gripada em seguida é mito. O que pode acontecer é a pessoa ter um quadro de resfriado, que é causado por outro tipo de vírus, ou a pessoa já estar contaminada pelo vírus quando foi vacinada e simplesmente haver uma coincidência, com o vírus se manifestando logo após a imunização. A vacina contra a gripe demora 15 dias para começar a proteger”, disse.

Público-alvo

Neste ano, o público-alvo para a vacinação são crianças de 06 meses até menores 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores de saúde; pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipos I e II em uso de medicamento e hipertensão sistêmica com presença de outras doenças; indígenas; pessoas com 60 anos de idade ou mais; professores; população privada de liberdade; adolescentes e jovens sob medida socioeducativa; funcionários do sistema prisional; gestantes; e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto).

Os professores passaram a integrar o grupo prioritário de vacinação contra influenza este ano. Estão sendo vacinados aqueles que atuam em sala de aula nas escolas públicas e particulares dos ensinos infantil (incluindo os berçaristas), fundamental, médio e superior. Não estão incluídos no grupo os aposentados ou licenciados, nem outros profissionais da comunidade escolar.

Crianças, trabalhadores de saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores compõem uma população de 722.718 pessoas a serem vacinadas contra gripe, e, até o momento, 268.355 pessoas dessa população alvo foram imunizadas. Dentro da população com doenças crônicas, até o momento foram vacinadas 45.649 pessoas do total de 143.237 a serem imunizadas.

Doses

Do total de 1.065.500 doses da vacina contra influenza que serão enviadas pelo Ministério da Saúde, o Espírito Santo já recebeu 1.008.000, o que representa 95% do quantitativo total. O restante das doses (57.500) deve chegar ao Estado no dia 19 de maio. 

 Alegre

Em Alegre o Dia D de vacinação será realizado no próximo sábado, 13, em todas as Unidades de Saúde, de 8h às 12h. è importante estar atento ao público-alvo da campanha e não deixar de se vacinar.

Informações à imprensa:
Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)
Assessoria de Comunicação (Asscom)
Tel.: (27) 3347-5642 / 5643

www.saude.es.gov.br
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 
Imprimir

Prefeitura e Secretaria Municipal de Saúde querem atendimento humanizado nos setores

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Saúde e Saneamento

Nesta semana, o prefeito municipal, Zé Guilherme, reuniu os profissionais do pronto-socorro, juntamente com o secretário municipal de Saúde e Saneamento, Dr. Adalberto Louzada, para discutir o atendimento aos usuários que procuram o setor.

Diante das dificuldades nos setores da saúde, o prefeito deu início a um trabalho de ações e visitações técnicas para avaliar de perto a realidade que o município enfrenta. Em uma enquete realizada informalmente pela administração, foi possível detectar que a maior preocupação da Saúde em Alegre é devido a atendimento, “nosso trabalho aqui no pronto socorro foi voltado para conscientizar os funcionários a respeito do atendimento humanizado, nós não vamos resolver todos os problemas da noite para o dia, estamos buscando maneiras de atender as outras demandas junto a parcerias estaduais e se possível federais, mas o que está no nosso alcance será feito. Atendimento de qualidade será prioridade, as famílias que buscam atendimento nos setores da saúde devem receber o tratamento que merecem”, destaca José Guilherme.

Os profissionais presentes expuseram para prefeito e secretário as maiores deficiências do pronto-socorro e os mesmos já trabalham na resolução destes problemas. “O Governo do Estado nos deu carta branca para participarmos da Ata de Adesão para compra de medicamentos, esperamos que nos próximos dias nós consigamos normalizar a compra de medicamentos do município. Nesta semana nós já avaliamos os dados dos indicadores de saúde de Alegre e já estamos trabalhando em ações para que este ano nossas metas sejam atingidas”, afirma Dr. Adalberto.

Prioridade é urgência e emergência

Um outro ponto importante discutido foi quanto ao uso do pronto-socorro. O coordenador Davidy Nunes Medeiros de Paula explica que muitos dos atendimentos realizados na unidade poderiam ser resolvidas nas próprias Unidades Básicas dos bairros. “Nós atendemos, mas é preciso que a comunidade saiba que as Unidades estão capacitadas para atender algumas demandas. A prioridade no pronto-socorro sempre será urgência e emergência. O que acontece é que as vezes algumas pessoas nos procuram e não entendem isso, explodem com os funcionários porque são obrigadas a esperarem que estes atendimentos prioritários sejam realizados. Nós estamos aconselhando as pessoas a procurarem o pronto-socorro em último caso. Procurem as Unidades Básicas, as agentes de saúde para informações sobre atendimento médico e buscar o melhor caminho”, conclui Davidy.

Nos próximos dias, as visitações acontecerão nas Unidades Básicas, Farmácia Básica e demais setores da Saúde.

 

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados