Secretaria Municipal de Educação

SIMONE APARECIDA MANOEL CORRENTE - Secretária Municipal

Contato: (28) 3552-3540 - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

+ Informações

Endereço:
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE
Secretaria Municipal de Educação
Praça Sebastião Monteiro Nogueira da Gama, 16
Alegre - Espírito Santo - CEP 29500-000
 
Telefones de contato:
  • Secretaria de Educação - Gabinete: (28) 3552-3540 / 3552-4407
  • Comunicação: (28) 3552-1325
  • Almoxarifado (Merenda Escolar e Apoio Administrativo): (28) 3552-4627
  • Financeiro / Tesouraria: (28) 3552-4658
  • Setor de Recursos Humanos: (28) 3552-4716
  • Setor de Transporte Escolar: (28) 3552-3539
  • Setor de Vida Escolar: (28) 3552-3195
  • Conselhos Municipais: (28) 3552-2728
  • Escola Luciano Duarte: (28) 3552-4305
  • Escola Ruth Alice: (28) 3552-1010
  • CEMEI Tereza Fiorezi: (28) 3552-3762

Imprimir

Educação debate elaboração de currículo educacional próprio em Alegre

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Secretaria de Educação

Na última sexta-feira, (15), a Prefeitura de Alegre, através da Secretaria Municipal de Educação, promoveu um encontro com todos os profissionais da Educação com o tema “Reflexões sobre Currículo”. O objetivo do encontro é a discussão e criação de um currículo educacional próprio.

A Secretária de Educação, Simone Aparecida Manoel Corrente, em sua fala de abertura, enfatizou a importância do encontro como “marco na elaboração do currículo da rede municipal de Educação de Alegre”, visto que a rede não possui um currículo próprio. Como representante da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – a UNDIME, Simone, tem participado de encontros nacionais e estaduais da Base Nacional Comum Curricular - BNCC, o que favorece o acesso do município as discussões referentes ao tema.

“Esta é uma das estratégias estabelecidas pela Secretaria para melhorar a educação básica, que abrange a educação infantil e o ensino fundamental. Nossa meta é promover, em conjunto com os pedagogos do município, um currículo que abrace a realidade do município, que desenvolva temas pertinentes ao cotidiano dos alunos, sem desvincular as orientações do BNCC”, explica Simone.

A ideia de incluir os professores nesta discussão é a de adaptação do conteúdo. “O currículo é uma construção permanente. Estamos trabalhando em cima do que queremos para a nova geração. Assim garantiremos que as salas de aula trabalhem o mesmo conteúdo estabelecido em conjunto neste processo. É necessário coragem para implementar um projeto como este, e não temos dúvidas que nossa sociedade colherá os frutos desta formação”, diz.

Temáticas trabalhadas

O encontro foi dividido em dois momentos. No primeiro momento, alunos dos cursos de licenciatura da UFES, coordenados pela professora Dra. Agda Felipe Silva Gonçalves, realizaram uma palestra sobre “Currículo e Teorias de Currículo”. No segundo momento os professores foram agrupados de acordo com a turma de atuação com o intuito de debater sobre questões relacionadas à prática pedagógica, currículo e concepção de infância.             

BNCC

A Base Nacional Comum Curricular – BNCC deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas em todo o Brasil.

 
Imprimir

Governo do Estado contempla Alegre com recursos para construção de creche

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Secretaria de Educação

Para ampliar e melhorar a oferta da educação infantil, o Governo do Estado – por meio da Secretaria de Estado da Educação (Sedu) – contemplou mais 15 municípios, que aderiram ao Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), com repasse de recursos financeiros. Serão R$ 18 milhões para abertura de mais 1.200 novas vagas, em 17 creches que serão construídas ou reformadas.

O anúncio foi feito pelo governador Paulo Hartung, nesta terça-feira (12), no Palácio Anchieta, com a presença de autoridades locais e estaduais. Os 15 municípios contemplados são: Alegre, Alto Rio Novo, Atílio Vivácqua, Brejetuba, Colatina, Conceição do Castelo, Ibitirama, Irupi, Laranja da Terra, Mantenópolis, Muniz Freire, Muqui, Pedro Canário, Santa Leopoldina e Vila Pavão.

“O Pacto Pela Aprendizagem no Espírito Santo é um regime de colaboração que o Governo do Estado decidiu criar com fatos concretos e avanços em conjunto com as prefeituras para melhorar a educação infantil, o primeiro e o segundo ciclo do ensino fundamental. Estamos fazendo uma transformação no Ensino Médio criando escolas com ensino integral, no caso a Escola Viva, e fazendo uma verdadeira revolução no ensino público do nosso Estado. Estamos avançando juntos, Estado e municípios, e estou muito feliz com esse resultado. Somos uma só rede e com o Paes queremos produzir a melhor experiência de rede pública do País. Por isso, a importância desse regime de colaboração”, destacou o governador Paulo Hartung.

Os municípios foram selecionados após o Comitê de Acompanhamento e Avaliação analisar as solicitações e documentações apresentadas no chamamento público aberto aos que já fizeram adesão ao Paes.

“Estamos trabalhando neste projeto desde o ano passado quando realizamos a assinatura do Paes. Estamos muito contentes com este recurso, não será só um espaço físico novo, ampliaremos o número de vagas ofertadas pelo município de Alegre”, ressalta a secretária municipal de Educação de Alegre, Simone Corrente, ao comentar sobre o anúncio do Governador, Paulo Hartung.

O prefeito municipal de Alegre, José Guilherme, que participou da solenidade no Palácio Anchieta, em Vitória, fez questão de frisar a importância da parceria entre o município e o Estado. “Somos gratos por termos o Governo do Estado olhando para nossa cidade e investindo no crescimento de Alegre. Diante das nossas inúmeras dificuldades, o Governador tem sido nosso maior parceiro, e não tem medido esforços para contribuir com o desenvolvimento do município. Esta creche é fruto de um trabalho árduo que estamos desempenhando na nossa gestão”.

Fundo Municipal de Educação

Para atender as exigências do Edital de Chamada Pública n° 001/2018 do FUNPAES (Fundo Estadual de Apoio à Ampliação e Melhoria das Condições de Oferta da Educação Infantil no Espírito Santo), o município de Alegre necessitou criar o Fundo Municipal de Educação.

A exigência da criação da Lei do Fundo Municipal de Educação é - além de uma medida saneadora de algumas irregularidades que o município sustentava, uma condição para que Alegre receba recursos específicos como a necessidade de construção de uma sede para o CEMEI Tio Teotônio Barbosa, localizada no bairro Guararema, e a ampliação do CEMEI Carmem Pinto, no bairro Vila do Sul.

“Quando colocamos o projeto para votação na Câmara de Vereadores, muitos polemizaram sem nem conhecer as vantagens que o Fundo Municipal de Educação traria para Alegre. Hoje, colhemos o primeiro fruto desta ação. Nos sentimos honrados em participar da construção de políticas que alavancam o desenvolvimento da Educação em nossa cidade”, explica, José Guilherme.

Mil e seiscentas vagas de Norte a Sul

Além dos 15 anunciados desta terça, também já foram beneficiados com recursos do Paes outras 25 cidades com mais de R$ 30 milhões para ampliação de mais 1.600 vagas, em 28 creches, de Norte a Sul do Estado. Os municípios já beneficiados são: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alfredo Chaves, Anchieta, Aracruz, Cariacica, Domingos Martins, Ecoporanga, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Itaguaçu, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Marechal Floriano, Montanha, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, São Mateus, Santa Teresa, São Roque do Canaã, São Gabriel da Palha e Vila Valério. 

Em 2018, o valor total disponível para repasse será de R$ 70 milhões, de recursos próprios do Governo.

“Temos um caminho grande ainda para percorrer com o Paes, apoiando os municípios para ampliarem a oferta de vagas em creches. Com os 15 municípios que anunciamos hoje, contemplados com a liberação de recursos, já são um total 40 beneficiados. Precisamos ajudar os municípios a suprirem essa demanda que é o atendimento à primeira infância”, destacou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

O professor Aridelmo Teixeira, que assumirá o comando da Sedu nos próximos dias, também participou do evento e falou sobre a importância de dar continuidade aos programas e projetos implantados pelo governo. “Projetos como o Paes, a Escola Viva e o Jovem de Futuro, merecem continuidade. São projetos que estão em fase de consolidação. A educação pública de qualidade é o caminho para a transformação social. Acreditando nisso, como vemos nos países mundo afora, sabemos que não existe um país que se desenvolveu sem investimento em educação. Precisamos aumentar as potencialidades dos nossos alunos para que eles possam servir a sociedade sendo autônomos, competentes e solidários”.

O repasse é realizado por intermédio de transferência financeira automática do Fundo Estadual de Apoio à Ampliação e Melhoria das Condições de Oferta da Educação Infantil no Espírito Santo (Funpaes).

A transferência de recursos estará sujeita à prestação de contas, ficando os municípios obrigados a devolverem recursos financeiros recebidos e não aplicados ou aplicados em finalidade diversa daquela que constou no plano de aplicação.

Os recursos vão contemplar ações de construção, reforma e ampliação de creches e escolas, aquisição de equipamentos e mobiliários, além de outros investimentos de relevante interesse voltados para a ampliação da oferta e melhoria da qualidade de ensino na educação infantil.

O Funpaes tem a finalidade de ampliar e melhorar o acesso à educação das crianças de 0 a 5 anos, por meio da transferência de recursos financeiros aos municípios que fizerem adesão ao Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes).

Pacto pela Aprendizagem no ES

A melhoria dos indicadores educacionais dos estudantes da educação básica no Espírito Santo, envolvendo domínio de competências como leitura, escrita e cálculo adequado à idade e ao nível de escolarização, é o principal objetivo do Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes).

A proposta do Paes é implantar ações envolvendo a união de esforços entre o Governo do Estado, as prefeituras, a sociedade civil e a iniciativa privada, com ações focadas nas salas de aula, que resultem em avanços significativos de aprendizagem dos estudantes do Ensino Fundamental.

Municípios que fizeram adesão o Paes

Atualmente, 71 municípios já fizeram adesão ao Paes e poderão contar com os recursos do Fundo Estadual de Apoio à Ampliação e Melhoria das Condições de Oferta da Educação Infantil no Espírito Santo.

Os 71 municípios são: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Aracruz, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Fundão, Ecoporanga, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

Até o momento, os cinco municípios que demonstraram interesse em fazer parte desse grande movimento pela educação são: Apiacá, Baixo Guandu, Serra, Viana e Vila Velha. Em breve, ocorrerão as solenidades de assinatura de adesão do Paes.

Foto: Governo do ES

 
Imprimir

EDITAL SEME nº 001/2018 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE ASSISTENTES DE ALFABETIZAÇÃO

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Secretaria de Educação

EDITAL SEME nº 001/2018 - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE ASSISTENTES DE ALFABETIZAÇÃO

 

A secretaria municipal de Educação torna público o edital para a seleção e constituição do banco de Assistentes de Alfabetização voluntários para o Programa Mais Alfabetização, instituído pela Portaria nº 142, de 22 de fevereiro de 2018, torna público o Processo Seletivo Simplificado de Assistentes de Alfabetização para atuarem no Programa Mais Alfabetização.

26/04/2018 - EDITAL 

26/04/2018 - ANEXOS I, II E III

26/04/2018 - ANEXO IV

26/04/2018 - COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO

30/04/2018 - RESULTADO FINAL

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados