Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos

ERROZENILDA INÁCIA BARROS GOMES - Secretária Municipal

Endereço: Rua Sete de Setembro, nº 220, Centro, Alegre - Espírito Santo - CEP 29500-000

CNPJ: 14.946.241/0001-32

Informações sobre Atendimento: De Segunda à Sexta das 08:00 às 11:00 horas / 13:00 às 17:00 horas

Contato: ERROZENILDA INÁCIA BARROS GOMES

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Fixo(s): Não Disponível

Celular(es): (28) 99971-7344

Fax: Não Disponível

Competências:A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, na Estrutura Administrativa da Prefeitura Municipal de Alegre, é um órgão diretamente ligado ao Chefe do Poder Executivo Municipal, tendo como âmbito de ação o planejamento, a coordenação, a execução e o controle de atividades relativas à área social e humana, onde compreende:

1. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente e Conselho Tutelar;

2. A promoção e coordenação do ser humano;

3. A promoção de acompanhamento de orientação educacional para Saúde e acompanhamento médico a gestantes e nutrizes;

4. A promoção de acompanhamento, vida em grupo para a 3ª idade;

5. A promoção de meio ambiente saudável a todos;

6. A promoção de apoio às iniciativas não governamentais;

7. A promoção de estímulo ao fortalecimento dos Conselhos Setoriais como fortalecimento do Conselho Municipal de Criança e Adolescente;

8. Desenvolvimento de programas de capacitação de aperfeiçoamento de recursos na área de Assistência Social;

9. A promoção de apoio sócio-familiar e projetos sociais nas comunidades;

10. A promoção de construção de prédios para atendimento na área, casas populares e albergues para cidadão migrante;

11. A execução de outras atividades correlatadas.

Setores vinculados à Secretaria: CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), CREAS (Cetro de Referência Especializado de Assistência Social), Casa Lar Tia Mortes (Serviço de Acolhimento Institucional para crianças e adolescentes) e Conselho Tutelar.

Fonte: Leis Municipais 2.331/1997 e 3.313/2014 <disponíveis em: https://www.alegre.es.leg.br/>

Imprimir

Corpo de Bombeiros realiza mutirão de Cadastramento para Formulário de Identificação de Afetados

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Secretaria de Assistência Social

Nesta quarta-feira (12), o Corpo de Bombeiros Militar, realizará, em parceria com a Prefeitura de Alegre, mutirão para emissão do Formulário de Identificação de Afetados, documento importante para que as vítimas da enchente que assolou a região, tenham acesso a benefícios em nível municipal, estadual e federal.
O atendimento a Pessoa Física (PF) será realizado no Centro de Formação de Treinadores e Instrutores de Cães-Guia, localizado na Rodovia ES 482 Cachoeiro/Alegre Km 40 – em Rive, nesta quarta (12) das 12 às 17h, quinta (13) e sexta (14) das 8h às 17h.
O Formulário de Identificação de Afetados é importante para que a população afetada tenha acesso ao Cartão Reconstrução, desconto em impostos, linhas especiais de crédito (para Pessoa Física e Jurídica) e liberação do FGTS.
Caso os atingidos não realizem o cadastramento terão que se dirigir à Guaçuí ou Cachoeiro de Itapemirim, para emissão do Formulário que é obrigatório.
Para realizar o cadastramento no Corpo de Bombeiros são necessários os seguintes documentos:
Pessoa Física: 
- Documento de Identificação com foto;
- Comprovante de residência;
- Comprovante da Defesa Civil ou Assistência Social do Município que comprove que a pessoa teve perda em sua residência;
Na manhã desta terça-feira (11), o Corpo Bombeiros realizou atendimento dos empresários e microempreendedores atingidos com a enchente. O atendimento foi realizado na Sala do Empreendedor de Alegre, com instruções e orientações sobre as linhas de crédito facilitadas, auxílio do Banestes e Nossocrédito e apoio do SEBRAE. 
 
Obs. 1: Deverá existir compatibilidade de endereço nos documentos acima exigidos.
Obs. 2: Caso a PF ou PJ tiver perda de uma das documentações obrigatórias, será exigido boletim de ocorrência que conste tal perda.