Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos

ERROZENILDA INÁCIA BARROS GOMES - Secretária Municipal

Contato: (28) 3552-2694 - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

+ Informações

1 - Objetivos
Prover serviços, programas, projetos e benefícios de proteção social básica e, ou, especial, para famílias, indivíduos e grupos que deles necessitam.
Contribuir com a inclusão e a equidade dos usuários em grupos específicos, ampliando o acesso aos bens e serviços socioassistenciais básicos e especiais, em área urbana e rural.
Assegurar que as ações no âmbito da assistência social tenham centralidade na família, e que garantam vida familiar e comunitária.
 
2 - Usuários
Cidadãos e grupos que se encontram em situações de vulnerabilidade e riscos:
* Famílias e indivíduos com perda ou fragilidade de vínculos de afetividade, pertencimento, sociabilidade de vida
* Identidades estigmatizadas em termo étnico, cultural e sexual.
* Desvantagens pessoal resultante de deficiências
* Exclusão pela pobreza, ou, no acesso às demais politicas publicas
* Uso de substâncias psicoativas
* Diferentes formas de violencia advinda do nucleo familiar, grupos e individuos.
* Inserção precária ou não inserção no mercado do trabalho formal e informal estratégias alternativas diferenciadas de sobrevivência que podem representar riscos pessoal ou social. 
 
Endereço:
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALEGRE
Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos
Praça Rui Barbosa, 30
Alegre - Espírito Santo - CEP 29500-000
 
Telefones úteis:
  • Secretaria de Assistência Social - Gabinete: (28) 3552-2694
  • Centro de Referência da Assistência Social - CRAS: (28) 3552-0145
  • Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS: (28) 3552-3087
  • Conselho Tutelar: (28) 3552-4408
  • Bolsa Família: (28) 3552-2681

Imprimir

SEMASDH faz palestra especial sobre Conscientização sobre a Violência Contra a Pessoa Idosa

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Secretaria de Assistência Social

Em 15 de julho de 2006, a Rede Internacional de Prevenção de Maus-tratos conta o Idoso (IMPEA), em parceria com a organização de Nações Unidas, declarou 15 de junho como o Dia Mundial De Consciência Da Violência Da Pessoa Idosa.

Com intuito de disseminar orientações referentes a violência contra pessoa idosa, no dia 15 de junho de 2018, as 09h, no salão Decolores (Igreja Católica), as técnicas do CREAS, Sandra Borges (Assistente Social) e a Gina C. Aguilar (Psicóloga) ministrarão uma palestra com a temática: “Dia Mundial De Consciência Da Violência Contra A Pessoa Idosa”.

O CREAS é um dos órgãos responsáveis no Município pelo acompanhamento da pessoa idosa que sofre violência.

Como e onde denunciar a violência contra a pessoa idosa?

O estatuto do idoso rege em seu Art.19, que as denuncias referentes a violência contra a pessoa idosa deverão ser encaminhadas aos seguintes órgãos:

•             I - Autoridade Policial;

•             II - Ministério Público;

•             III - Conselho Municipal;

•             IV - Conselho Estadual do Idoso;

•             V – Conselho Nacional do Idoso;

 

Ou ainda: Disque Direitos Humanos – Ligue 100

Para maiores orientações, os cidadãos poderão procurar o setor CREAS, de segunda-feira a sexta-feira, de 08h às 17h, localizado na Rua Letícia Jorge Monteiro, S/N, Centro.

Imprimir

Como surgiu o Dia Nacional Contra o Abuso e Exploração Sexual Infantil

Escrito por Publicador ligado . Publicado em Secretaria de Assistência Social

A escolha desta data é em memória do “Caso Araceli”, um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. Este crime, apesar de hediondo, ainda segue impune.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído oficialmente no país através da lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000.

A intensão do 18 de maio é de destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta e proteger nossas crianças e adolescentes. A data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil. 

A secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos irá promover um trabalho no intuito de esclarecer a população acerca desta triste realidade que ainda assombra muitas crianças. Por isso, nesse 18 de maio ocorrerá uma mobilização em prol desse enfrentamento e contamos com a participação de todos nessa luta.

Para denunciar a população poderá contar com o Disque 100. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100; e do exterior pelo número telefônico pago 55 61 3212-8400 ou pelo endereço eletrônico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Serviço:

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Praça Seis de Janeiro
Dia 18 de Maio
09 às 16 horas

 

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados