Imprimir

Símbolos oficiais

Escrito por Comunicação ligado . Publicado em A Cidade & História

Bandeira de Alegre

Lei Nº 1420 - 25/09/1981
Prefeito Antonio Lemos Junior

Artº 1º - A Bandeira Municipal de Alegre, de autoria do heraldista Prof. Arcinoé Antonio Peixoto de Faria, da Enciclopédia Heráldica Municipalista terá as seguintes características: ESQUARTELADA EM CRUZ, SENDO OS QUARTÉIS AZUIS, CONSTITUÍDOS POR FAIXAS AMARELAS DE DOIS MÓDULOS DE LARGURA, CARREGADAS DE SOBRE FAIXAS VERMELHAS DE UM MÓDULO, DISPOSTAS NO SENTIDO HORIZONTAL E VERTICAL, E ENTRECRUZADAS A UMA DISTÂNCIA DE SEIS MÓDULOS DA TRALHA, TENDO NESTE PONTO BROCANTE, UM CÍRCULO AMARELO DE OITO MÓDULOS DE CIRCUNFERÊNCIA, ONDE O BRASÃO MUNICIPAL É APLICADO.

§ 1º - De conformidade com a tradição heráldica portuguesa da qual herdamos os cânones e regras, as bandeiras municipais podem ser oitavadas, sextavadas, esquarteladas ou terciadas, tendo por cores as mesmas constantes no campo do escudo e ostentando ao centro ou na tralha uma figura geométrica onde o brasão municipal é aplicado.

§ 2º - A Bandeira Municipal de Alegre obedece a essa regra geral, do "esquartelada em cruz", lembrando nesse símbolo o espírito cristão de um povo. O Brasão, aplicado na bandeira, represente o Governo Municipal e o círculo amarelo onde é contido representa a própria Cidade-Sede do Município, que é o círculo símbolo heráldico da eternidade porque se trata de uma figura geométrica que não tem princípio e nem fim; a cor amarela simboliza a glória, esplendor, grandeza, riqueza, soberania; as faixas amarelas carregadas de sobre-faixas vermelhas representam a irradiação do Poder Municipal que se expande a todos os quadrantes de seu território; a cor vermelha, simboliza dedicação, amor-pátrio, audácia, intrepidez, coragem, valentia; os quartéis azuis, assim constituídos, representam as propriedades rurais existentes no território municipal; a cor azul é símbolo de justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade.


Brasão Municipal

Artº 2º - O Brasão do Município de Alegre, obedecerá as seguintes características: ESCUDO SAMNÍTICO ENCIMADO PELA COROA MURAL DE OITO TORRES, DE ARGENTE, EM CAMPO DE BLÁU, FIRMADO EM CHEFE, UMA FLOR-DE-LIS AGUÇADA DE ARGENTE. AO TERMO, UM TRIPLO MANTEL DE FALDE, SENDO O CENTRAL MAIS ELEVADO, CARREGADO DE UMA FONTE HERÁLDICA DE GÓLES ESPARGINDO ÁGUA DE BLÁU CORTADO DE UMA FAIXA ONDADA DE BLÁU COMO APOIOS DO ESCUDO, A DESTRA DE UM RAMO DE CAFEEIRO FOLHADO E FRUTADO E A SINISTRA UM RAMO DE ROSEIRA FOLHADO E FLORIDO, AMBOS AO NATURAL.

Parágrafo único - O Brasão, descrito neste artigo em termos próprios de heráldica, tem a seguinte interpretação simbólica:O escudo samnítico usado para representar o Brasão de Armas de Alegre, foi o primeiro estilo de escudo introduzido em Portugal por influência francesa, herado pela heráldica brasileira como evocativo da raça latina colonizadora e principal formadora de nossa sociedade;

  1. A coroa mural que o sobrepõe é o símbolo universal dos Brasões domínio que, sendo de argente (prata), de oito torres, das quais apenas cinco são visíveis em perspectiva no desenho, classifica a cidade representada na Segunda Grandeza, ou seja, Sede da Comarca;
  2. A cor bláu (azul) do campo do escudo é o símbolo heráldico da justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade;
  3. Firmado em Chefe (parte superior do escudo) a flor-de-lis aguçada e encimando o mantel central ao termo, representa no Brasão Nossa Senhora da Penha, Padroeira do Município;
  4. O metal argente (prata) é símbolo de paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza;
  5. Ao termo (parte inferior do escudo) o triplo mantel de falde (ouro) representa a bela e rica região da Serra do Caparaó, destacando o mais elevado mantel central, representando o Pico da Bandeira, até pouco tempo considerado o ponto culminante do Brasil, com seus 2.884 metros de altura;
  6. O metal falde (ouro) é símbolo de glória, esplendor, grandeza, riqueza e soberania;
  7. É o mantel carregado de uma fonte heráldica de góles (vermelho) espargindo água de bláu (azul) lembrando no Brasão a futura estância hidromineral, na fonte do Bom-Ver situada a 800 metros de altitude que, pela inigualável beleza paisagística e clima dos mais saudáveis, tende a se tornar um ponto de atração turística;
  8. A faixa ondada de bláu (azul) representa no Brasão o Rio Alegre que banha a cidade;
  9. Nos ornamentos exteriores, as hastes de café e rosa, lembram no Brasão o produto da terra que mais se destaca e o cognome "Cidade Jardim";
  10. A buzina de caça estilo boiadeiro, de argente (prata) representa a pecuária, uma das atividades econômicas de maior destaque na vida do Município;
  11. No listel de góles (vermelho) cor simbólica da dedicação, amorpátrio, audácia, intrepidez, coragem, valentia, inscreve-se em letras argentinas (prateadas), o topônimo identificador "Alegre", ladeado pelos milésimos "1820" assinalando a ata de sua fundação e "1891" da instalação do Município.

Hino de Alegre

Lei Nº 1444 - 12/08/1982
Prefeito Antonio Lemos Junior

O Hino Oficial do Município de Alegre tem o seguinte título "Alegre, Cidade Jardim". Letra e música de Sebastião Geraldo de Oliveira e arranjo musical de Paulo dos Santos Abreu, no seguinte teor:

ALEGRE, CIDADE JARDIM

Nascida entre montes
Lindas cascatas, ninada com o canto
Dos pássaros nas matas
Tens a cultura das Faculdades
És poesia. Oh! Minha cidade

Te canto em trovas
e em versos que faço
e em cada dia
me encontro em teus braços
me envolvo em teu verde
da cor da esperança
no teu aconchego me sinto criança

Alegre, cidade, cidade jardim (BIS)
Coração dentro de mim

E lá na praça, a banda a tocar
velhas canções
que lembram o amor
A gente até fica alheio
esquece da vida, esquece da dor

Alegre, cidade, cidade jardim (BIS)
Coração dentro de mim

Baixar Hino em MP3

Consola de depuração Joomla

Sessão

Dados do perfil

Utilização de memória

Pedidos à Base de dados